.Fotos do Voluntariado

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Entrevistas e questionários - 2ª fase

            Numa 1ª fase realizamos entrevistas e questionários, e agora estamos a tratar a informação recolhida. Seguidamente são apresentadas as entrevistas feitas à Dr.ª Dora Silva, coordenadora do Gabinete de Acção Social da Câmara Municipal de Portimão, e à Dr.ª Mónica Afonso, representante Associação de Voluntários de Portimão.
 
Entrevista à Dra. Dora Silva (Coordenadora do Gabinete de Acção Social da Câmara Municipal de Portimão)
 
1. Que contributo é dado pela Câmara Municipal às instituições?
Em relação à Câmara os contributos são de dois tipos: financeiro – apoios financeiros que são feitos anualmente na área de investimento quando é necessário construir e dotar algumas entidades de equipamentos, na área de funcionamento, são atribuídas algumas verbas para todas as instituições nas áreas da primeira infância, crianças, terceira idade, toxicodependência, apoio logístico na organização de actividades planeadas pelas instituições e apoio para transportes, quando pretendem realizar algumas visitas, a Câmara disponibiliza os seus autocarros.
 2. Quem coordena as actividades relacionadas com os projectos e campanhas de solidariedade?A Câmara não tem por hábito fazer campanhas de solidariedade. Por exemplo na Campanha de solidariedade do “Banco alimentar contra a Fome” apoiamos com pessoal e carrinhas que estão ao serviço dessas campanhas, no entanto, em 2003, a Câmara promoveu uma campanha específica quando foi dos incêndios sempre relacionado com situações concretas de calamidade. Normalmente apoia através de folhetos de divulgação e algum apoio em termos logísticos.
3. Existe alguma associação para a formação do voluntariado?
Existe uma associação que foi constituída não há muitos anos, a Associação de Voluntários de Portimão, que foi criada no âmbito da acção social e surgiu por necessidade de organizar algumas actividade de apoio a idosos. Esta associação tem como objectivo organizar o voluntariado em termos gerais, a igreja tem voluntariado, o hospital é um grupo organizado com resposta interna, que tem mais voluntariado. As pessoas que estão na associação também são voluntárias.
4. Qual a estimativa do número de voluntários em Portimão?
Não sei responder. O hospital tem muitos, cada vez tem mais como é um espaço organizado, têm formação previamente, a pessoa vai lá inscreve-se, tem uma bata amarela. A nível de igreja o voluntariado é católico, está ligado à igreja.
5. Quais são as maiores necessidades das instituições?
Solicitam-nos transportes, músicos para animar festas, apoio para construir ou fazer obras, dinheiro.
6. Qual a importância destas instituições na sociedade?
Têm muita. O estado deposita na sociedade civil uma responsabilidade que inicialmente era do próprio estado. Neste momento é a sociedade civil que tem, geralmente, a parte toda do apoio social. Tanto a terceira idade como a infância é da responsabilidade da sociedade civil, as creches, os lares de idosos, o apoio domiciliário, toda essa área é de instituições de solidariedade social e cada vez há mais associações que não são I.P.S.S. que têm esse estatuto, mas que estão a intervir em áreas que o estado também está a falhar, na área de apoio a doentes, por exemplo, na área de assistência, o estado desresponsabilizou-se completamente, passou para a sociedade civil, dá apoio financeiro.
7. Em que medida os serviços de acção social contribuem para as instituições?
A acção social tem a responsabilidade das I.P.S.S., da área social e da área da saúde. Trabalhamos directamente com eles, conhecemos os problemas que eles têm, as necessidades, tentamos ajudar.
8. Acha que as instituições de apoio social existentes em Portimão respondem às necessidades?
Nalgumas áreas sim, noutras não. Em algumas áreas há algumas falhas, principalmente na primeira infância já foram construídas várias creches de forma a colmatar as dificuldades. Embora a taxa de natalidade não esteja a aumentar, Portimão tem vindo a crescer principalmente por causa dos emigrantes que temos cá. Na área da 3ª idade também há. Os lares estão com listas de esperas. Há uma falta de investimento por parte do estado no apoio na 3ªidade e na 1ª infância.
9. Há necessidade de elaboração de um guia do voluntário em Portimão? Se sim, que
características deve ter esse guia? Quem pode apoiar?
Sim. Não sei se um guia atendendo a que não temos um voluntariado muito organizado. A Câmara pode apoiar.
10. Quais os problemas mais frequentes relacionados com o voluntariado?
É precisamente a organização e a falta de uma instituição que os organize e disponibilize a informação e canalize para as instituições que precisam, já manifestaram vontade ou necessidade disso. Por outro lado tem de haver uma formação e uma preparação do voluntário, não pode ser qualquer um.
11. Que apoios dispõe a acção social para a sua resolução?
A acção social quando esteve na constituição dessa associação era precisamente para colmatar essa falha e essa associação surgiu para esse fim.
 
Entrevista à Dra. Mónica Afonso (Associação de Voluntários de Portimão)
1. Como e porquê surgiu a Associação de Voluntários?
Esta associação surgiu no âmbito da rede social de Portimão e integrou o primeiro plano de acção da rede, em 2004. A associação apareceu porque pretendíamos coordenar as acções de voluntariado e alargar o voluntariado no concelho, através, por exemplo, de apoio escolar a crianças carenciadas, ver se pessoas já reformadas podiam ajudar nesse sentido, ajudar crianças com necessidade de ensino especial, entre outras actividades. Primeiro, contactámos as instituições de acção social existentes no concelho de Portimão e perguntámos-lhes se queriam integrar voluntários (infelizmente recebemos poucas respostas). Em seguida, a ideia era enviar as pessoas que queriam ser voluntárias para uma dessas instituições, onde essa pessoa estivesse mais à vontade. Esta associação encarregava-se de dar uma formação geral aos voluntários, enquanto que as instituições eram responsáveis por uma formação mais específica dos mesmos. 
2. O que já foi feito desde a fundação desta associação?
A associação já colaborou no fornecimento de um lanche e esteve envolvida na I Feira de Solidariedade de Portimão, em Dezembro de 2005 na Alameda, na qual participaram, aproximadamente, vinte instituições contactadas por esta associação. O objectivo desta feira era usar o dinheiro das vendas para adquirir camas articuladas, canadianas e cadeiras de rodas para depois emprestar esse material às instituições ou a pessoas particulares carenciadas.
3. Quais as maiores dificuldades?
As maiores dificuldades foram a falta de disponibilidade das pessoas, que não têm tempo para a associação porque têm uma vida profissional demasiado ocupada, e a angariação de novos sócios.
4. Como as superaram/superam?
Infelizmente, não as superámos e estamos a pensar em acabar com a associação, porque esta está parada, uma vez que não tem pessoas para continuar com os objectivos iniciais da associação.
publicado por Voluntariado em Portimao12aesmtg às 18:06
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De . Zulmira Vicente a 24 de Fevereiro de 2008 às 00:30
Como esposa do Prof. Joaquim Vicente, fiquei muito emocionada, obrigado!
Em meu nome e dos meus filhos desejo-vos "Muitas Felicidades" e um muito obrigado pelo vosso apoio.

Zulmira, Francisco e Guilherme
De outroscaminhos a 29 de Fevereiro de 2008 às 18:56
Olá :)

Um projecto que nós, um grupo de uma turma de 12ºano, também estamos a desenvolver, o voluntariado na área da saúde!

Desejamos felicidades e um bom trabalho para o vosso projecto e esperamos que nos visitem e que troquem algumas impressões conosco :)

http://outroscaminhos.blogs.sapo.pt/

Comentar post

.Sugestão Voluntária

No dia 21 de Junho no Estádio do Inatel (em Lisboa), paricipe nos III Jogos da Integração e Inclusão, de deficientes motores. "Juntos por uma causa!"

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O Último Desafio do CCC

. Guia do Voluntário

. Testemunhos sobre Volunta...

. Voluntariado em Acção

. Entrevista à Presidente d...

. Experiência do que é ser ...

. "3ª Idade em Portimão" - ...

. "Infância Vulnerável" - ...

. "Pessoa Portadora de Defi...

. "3ª Idade em Portimão" - ...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds